Um fórum para tu partilhares as tuas fan fictions sobre os Tokio Hotel, onde também poderás encontrar notícias e muitas mais coisas sobre eles.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Hilf Mir Fliegen

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Momo.O
Administração
Administração
avatar

Mensagens : 1149
Points : 14725
Data de inscrição : 11/07/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Sab Ago 28, 2010 6:10 am

*-* Adorei este capítulo
O Tom foi tão fofo, será que na vida real ele também é assim? xD
Rolling Eyes tenho que descobrir Razz
Quero mais
beijinhos^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Dom Ago 29, 2010 8:18 am

Obrigadíssima pelos comentários fofinhoos, meninas *-*
29º Capítulo

– Escolhi o teu caminho… – pôs-lhe as mãos no peito, com atenção para não tocar nas feridas. – Parecia estar a adivinhar o dia de hoje.
– Não fales mais do que se passou hoje… vem cá, – Tom beijou-a. – E agora vamos dormir?
– Sim, vamos. Até amanhã melhor amigo.
– Dorme bem melhor amiga, – ambos sorriram, adormecendo pouco depois.

Algum tempo antes, na cozinha…

– Não acredito que o meu irmão…
– Tenho muita pena que tenhas descoberto isto sobre ele… – Bill abraça Emma, tentando confortá-la.
– Ela é a minha melhor amiga! E ela ama-o, ele disse que também a amava! Eu apresentei-os, a culpa disto tudo é minha…
– Não sejas tonta, não é nada! Eles é que começaram a namorar, tu não podias prever que isso ia acontecer.
– Mas mesmo assim, olha para o estado do Tom. Como é que ele foi capaz de mandar fazer isto ao teu irmão?
– Também não sei… E nem teve coragem de falar ou de o enfrentar pessoalmente, é preciso ser muito cob… Desculpa, eu sei que ele é teu irmão…
– Mas tens razão, ele foi um cobarde e um estúpido, neste momento tenho pena que seja meu irmão.
– Não fales disso agora, não digas isso do teu irmão…
– Tu não percebes Bill? Ele mandou uns gajos quaisquer bater num dos meus melhores amigos e envolveu a Kate nisso, a miúda que ele supostamente ama!
– Eu percebo, se fosse o Tom a fazer isso não sei como reagia… Mas anda, vamos para cima, – Bill deu-lhe a mão. – E esquecer isto, está bem?
– Sim, se há alguém que me consegue fazer esquecer tudo, esse alguém és tu.

Sorriram. Foram para o quarto de Bill, agora de ambos. Mudaram de roupa e deitaram-se na cama, Emma com a cabeça em cima do tronco de Bill.

– É tão bom sentir-te assim, o teu calor, o teu coração a bater… Amo-te mesmo Bill…
– Eu também te amo pequenina. De verdade, gosto de ti mais do que alguma vez gostei de alguém.
– Fico feliz por saber isso, – Emma sorriu. – Numir?
– Sim, – Bill deu-lhe um beijo no cabelo. – Hm, cheiroso!
– Tonto… Vá, – beijou-o – dorme bem amorzinho.

No dia seguinte…

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TokioFan
On the Edge
On the Edge
avatar

Mensagens : 583
Points : 14065
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 22
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Dom Ago 29, 2010 1:31 pm

Esta muito giro!
Mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Ter Ago 31, 2010 4:36 am

30º Capítulo

Os raios de sol entravam no quarto de Tom, tocando o rosto deste, tal como as mãos de Kate faziam agora.

– Bom dia querido, – Kate sorriu.
– Bom dia… Diz-me que não foi um sonho…
– O quê?
– Estou a ver que foi… Vais ao conservatório hoje? – perguntou Tom.
– Não, eu disse-te ontem que ficava contigo.
– Mas eu tenho que ir para o estúdio…
– Não vais para o estúdio hoje depois da tareia que levaste ontem!
– Tar- – Tom tocou o seu próprio lábio. – -eia… Então não é sonho!
– Era melhor se tivesse sido, – esta frase surpreendeu Tom.
– … até os beijos?
– Claro que não! Eu adorei os beijos… – Kate corou.
– Gostavas de repetir? – Tom pôs-lhe as mãos na cintura.
– Calma Tom, vamos com calma, – ela sentou-se na cama, livrando-se dos braços dele. – Vou buscar-nos o pequeno-almoço, – disse.

Tom ficou a olhar para a porta fechada por onde Kate tinha saído. Pensou no dia anterior e em todos os outros momentos que teve com Kate. A rapariga dos seus sonhos, que era igualmente a sua melhor amiga, não o tinha rejeitado quando ele a beijou e disse que também gostava dele, daquela maneira.
Quando ela voltasse tinha uma coisa para lhe perguntar. O que Matt se revelara tinha-a desiludido e ele ia estar sempre lá quando ela precisasse, como sempre fizera. Mas com estes avanços havia a chance de poderem ser mais. E se isso não acontecesse, Tom sabia que podia contar com a amizade de Kate, essa seria para sempre.
Mas a pessoa que entrou no quarto depois de ele pensar em tudo isto não foi ela.

– Bom dia mano! Sentes-te melhor? – Bill aproximou-se da cama do irmão.
– Que susto Bill! Não sabes bater??
– A Kate estava lá em baixo, não podias estar a fazer coisas indecentes, – gozou Bill.
– Antes que perguntes novamente, sim, estou melhor, – disse, rindo, depois de revirar os olhos com a afirmação de Bill.
– E tu e a Kate? Voltaram a beijar-se? – perguntou Bill, curioso.
– Sim… Algumas vezes, – Tom sorriu.
– E como é beijá-la, finalmente?
– Muito melhor do que sonhar com isso!
– E… vais perguntar-lhe isso agora?
– Caramba, isto da telepatia! – Tom riu. – Sim, estava a pensar nisso… mas não sei como ela vai reagir, se calhar devia dar-lhe espaço.
– Segue o coração mano, ele tem sempre razão, – disse Bill.

Nesse instante, Kate e Emma aparecem à porta do quarto. A primeira com um tabuleiro com sumo, torradas, manteiga e geleia, e roupa de dormir; a segunda com calças de ganga, camisola laranja de gola alta e um casaco, com dois cadernos na mão e o seu habitual saco de desporto ao ombro.

– Bill… Ah, bom dia Tom, – Emma sorriu para o de rastas. – Sentes-te melhor?
– Sim, já estou melhor, – garantiu-lhe.
– Ainda bem. Vamos, Bill? Se chego atrasada a prof mata-me!
– É verdade, Bill, eu conheço bem a personagem, – concordou Kate.
– Então, é melhor irmos! – Bill riu. – Hoje, ela até vai ficar impressionada porque a minha namorada vai ser a primeira a chegar! – foi ao encontro de Emma, dando-lhe um pequeno beijo, e agarrou-a pela cintura. Voltou-se para o irmão. – Vou andando então, mano, fica bem.
– Até logo, – disseram Kate e Tom. Bill e Emma saíram do quarto e, pouco depois, de casa.
– Bem, vamos comer, – propôs a rapariga.
– Yup. Hm, que aspecto bom!

Acabaram de comer em pouco tempo, e Kate preparava-se para se levantar e levar o tabuleiro para baixo quando Tom, sentado também na cama, lhe segurou as mãos.

– Kate…

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TokioFan
On the Edge
On the Edge
avatar

Mensagens : 583
Points : 14065
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 22
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Ter Ago 31, 2010 5:24 am

Esta muito bom!
Mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Ter Ago 31, 2010 9:22 am

31º Capítulo

– Kate, queres ser a minha namorada?
– Para ser mais uma na tua cama, como todas as outras?
– Não! Ai… – gemeu de dor – Não… Eu… Amo-te, – Kate deixou cair o queixo, surpresa. – Sim, amo-te. E sabes que nunca o disse a ninguém. Admiti a mim próprio que gosto de ti quando começaste a namorar com o Matt. Esse sentimento foi crescendo… Sonho com os nossos beijos, com… – Kate interrompeu-o com um beijo, deixando-o estático.
– Cala-te, aceitei namorar contigo no momento em que disseste que me amas.

Beijou-o novamente, sendo desta vez correspondida. Ficaram assim durante algum tempo. Depois, Kate foi à cozinha deixar o tabuleiro e deitou-se novamente com Tom.

– Ainda tens muitas dores?
– Nada que uns beijinhos da minha namorada não curem, – respondeu Tom, com um sorriso provocante.
– Estamos muito safados!
– Estamos… – Tom riu. – Os meus beijinhos? – fez beicinho.

Kate beijou-o. Passaram a manhã assim, na cama, trocando beijos e mimos. Almoçaram em casa e viram um filme durante a tarde.



– Kate, preciso de falar contigo sobre o Matt.
– Emma, eu não vou voltar para o teu irmão…
– Nem eu deixava que voltasses! Mas…ele ligou-me agora… Precisa de dinheiro… para pagar ao tal rapaz… Se não tiver o dinheiro até amanhã às 9h…
– De quanto é que ele precisa?
– De 1700€.
– Eu não tenho esse dinheiro todo!
– Por favor… É o meu irmão Kate! Eu sinto-me desiludida com as atitudes dele, mas é meu irmão!
– A única maneira de arranjar essa quantia é pedindo aos gémeos… – disse mais para si do que propriamente para Emma. – Tu não tens nada?
– Não, o que tenho no banco não chega a 50€. Tive que comprar sapatilhas novas e ainda não recebi a mesada.
– Hum, okay. Deixa-me falar com ele e com os gémeos.

Ligou para Matt. Disse a este que ia arranjar o dinheiro se ele nunca mais lhe ligasse e a deixasse em paz para sempre. Matt ainda tentou fingir-se arrependido, pedir desculpa, fazer com que Kate voltasse para ele, mas ela não se deixou levar pelas palavras dele.
Depois de desligar, foi falar com Tom.

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Momo.O
Administração
Administração
avatar

Mensagens : 1149
Points : 14725
Data de inscrição : 11/07/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Qua Set 01, 2010 2:28 pm

Mas é preciso esse Matt ter muita lata.Mad
Eu odeio-o!
*-* o Tom e a Kate finalmente namoram ^^ Yupi!
Quero mais.
Beijos^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Sex Set 03, 2010 5:45 am

32º Capítulo

– Para que é que precisas de 1500€?
– É para o meu curso, preciso de uns livros, um novo equipamento… e as propinas…
– Mas é assim tanto dinheiro? Precisas para quando?
– Para amanhã de manhã. Sim, é preciso.

Kate não gostava de mentir a Tom, mas a situação exigia-o. E prometera a si mesma que lhe contaria quando tudo passasse. Ele acabou por lhe dar o dinheiro. Ela prometeu pagar, mas ele recusou. Entregou o dinheiro a Emma, que o levou ao irmão, no dia seguinte.



– Tens aqui o dinheiro todo, - disse Matt a John.
– Acho bem que tenhas cumprido o prazo. Foi um prazer negociar contigo.
– Só te peço, não te aproximes dela.
– Deves pensar que não tenho mais nada para fazer! Vou fazer uma viagem, – constatou John.



– Emma? Agradece à Kate o dinheiro. Vou tentar pagar-lhe o mais cedo possível.
– O dinheiro não era dela, era do Tom.
– E ela foi pedir-lhe para mim?
– Sim. Mas sabes o que lhe prometeste…
– Sim, e vou cumprir. Obrigada também mana, adoro-te.
– Toma cuidado com os teus amigos… Também te adoro.




Passou uma semana.
Kate já tinha ido ao Conservatório nos últimos dias, e Tom voltava a trabalhar no estúdio no dia seguinte. Ele recebeu uma chamada. Depois de desligar foi ao quarto dele e bateu à porta, mas esta não o ouviu. Entrou.
Kate estava com o seu maillot preto e leggings igualmente pretas. Não se ouvia música, mas ela dançava. Tom veio a descobrir que a melodia vinha do mp3 dela. Sentou-se na cama dela e esperou que ela o visse.

– Amor! – Kate desligou o mp3 e beijou-o ainda de pé. – Que surpresa boa! – sorriu.
– Precisamos de falar, – disse Tom, depois de um sorriso pouco convincente. Ela sentou-se na cama.
– Pareces perturbado… Diz.
– Recebi uma chamada. Porque é que me mentiste?
– Do que é que estás a falar? – Tom levantou-se.
– Pára de fingir Kate! Já sei que o dinheiro era para o Matt, ele ligou-me a agradecer.
– Eu sabia que se dissesse que era para ele tu não mo emprestavas…
– E tenho razões para isso, não? Ou já te esqueceste do que aconteceu?
– Não é nada disso… Eu ia contar-te.
– Qual é a maneira de ele agradecer? Voltarem a andar?
– Claro que não! – Kate levantou-se também. – Aliás, eu disse-lhe logo para ele me deixar em paz. E ele é o irmão da minha melhor amiga…
– E eu, que supostamente sou a teu melhor amigo e o teu namorado, não interesso para nada!
– Não faças uma cena Tom…
– Claro, depois sou eu. Tu que ainda nem desculpa me pediste. Vou para o meu quarto, preciso de estar sozinho.

Pouco tempo depois uma porta bateu. Kate começou a chorar.

_________________




Love is a game...



Última edição por Kelly em Sab Set 04, 2010 4:01 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Momo.O
Administração
Administração
avatar

Mensagens : 1149
Points : 14725
Data de inscrição : 11/07/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Sex Set 03, 2010 5:51 am

Que cena...
Aquele Matt é mesmo idiota, só faz porcaria.
Mas agora desta vez o Tom tem razões para estar zangado...Claro que também percebo a parte da Kate, mas desta vez estou do lado dele,....Rolling Eyes só espero que eles fiquem bem.
Quero mais.
beijos^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TokioFan
On the Edge
On the Edge
avatar

Mensagens : 583
Points : 14065
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 22
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Sex Set 03, 2010 7:36 am

A Kate devia ter dito logo para que era o dinheiro!
Adorei!
Mais! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Sab Set 04, 2010 4:03 am

33º Capítulo

– Ouvi uns gritos… Kate! Fofinha, o que é que tens? – Bill encontrou Kate sentada na cama, com lágrimas a caírem sucessivamente pela sua face.
– Não te posso mentir a ti também… – a rapariga contou tudo o que se passara ao moreno.
– Eu vou falar com ele.

Bill foi bater à porta do quarto do irmão.

– Não quero falar com ninguém!! – Bill entrou. – Não ouviste o que disse?
– Ouvi, e não liguei. O que é que estás a fazer?
– A rasgar uma tentativa falhada de uma música.
– Pára! Mostra-me.

O mais novo começou a juntar os pequenos papéis, até formar uma música cujo título era Hilf Mir Fliegen. Leu-a, sem pronunciar uma palavra.

– Para a Kate… Era a tal que andavas por aí a escrever?
– Sim, e não, é para outra miúda.
– Sim, Tom, claro. Deixas-me ouvir?

Tom foi buscar a sua guitarra e começou a tocar, juntando depois a sua voz.

– A Kate ia ficar muito lisonjeada se soubesse que a música era para ela… – disse Bill.
– Mas ela não vai saber porque vou deitá-la f…
– É mesmo para mim? – Kate estava parada à porta do quarto dele, os seus olhos estavam vermelhos e inchados.
– Sim, é. E o Tom vai ter muito prazer em tocá-la e cantá-la para ti, – piscou o olho ao irmão. – Adeus meninos, vou sair com a Emma! – Bill saiu do quarto do irmão.
– Fazes isso?

Tom começou a tocar, a cantar. Depois de terminar, olhou para Kate.

– Não dizes nada? – perguntou Tom.
– Tenho duas coisas para te dizer que já devia ter dito há muito tempo: desculpa e…
– E…?
– Amo-te.

Ele levantou-se e foi colocar a guitarra no suporte.

– Já percebi que estou aqui a mais, – Kate levantou-se. – Só te peço que me desculpes por ter mentido.
– Espera! Fui só pousar a guitarra para agora fazer isto, – Tom pegou-a a colo, ela pôs-lhe as mãos à volta do pescoço.
– Tom… – Kate sorriu, ele deitou-a na cama.
– Também te amo princesa, – beijou-a e deitou-se com ela.

Os beijos aumentaram de intensidade. Tom passou as suas mãos pelo pequeno bolero de Kate, tirando-o. Tirou as suas camisolas. Beijou-lhe os ombros e começou a tirar-lhe as alças do maillot, devagar. Quando lho tirou completamente, os seus beijos passaram a alternar entre os lábios, o peito e a barriga dela, fazendo-a gemer baixinho o seu nome. Tirou as próprias calças, os collants dela e a lingerie de ambos. Um último ‘amo-te’ foi trocado.



Horas depois, já deitados sobre a cama de Tom.

– Ah… isto é… um bocado embaraçoso… – Tom corou.
– Tens fome? – questionou a rapariga, rindo.
– Sim, – ele continuava com uma tez rosada.
– Não fiques corado, – Kate sorriu. – Eu também tenho, – constatou, rindo. – Já passa da hora a que costumamos jantar e… – inclinou-se sobre ele. – Com tanta acção… – deitou a língua de fora.
– Deixa-me só telefonar a encomendar, – disse Tom, rindo.

Quando a comida chegou, foram comer para a cozinha. Um jantar tardio, que demorou mais do que um normal jantar, por ter sido acompanhado por beijos, mimos e trocas de comida.
Bill ligou a dizer que ele e Emma iam ficar em casa dela: Matt tinha ido viajar e os pais dela tinham um congresso em Bruxelas, pelo que tinham a casa apenas para eles.

– Dormes comigo? – perguntou Tom, com um largo sorriso.
– Não, tu é que dormes comigo, – Kate riu, sorrindo em seguida.

Deitaram-se na cama de Kate a olhar para o céu estrelado dessa noite, ela sobre o peito dele.

– Porque é que chamaste à música “Hilf Mir Fliegen”?
– Porque queria que me emprestasses as tuas asas, que me levasses a voar contigo. Queria mudar e deixar de ser aquele mulherengo que conhecias. Mas para isso precisava da tua ajuda, do teu apoio, do teu amor. Principalmente, do último. Não conseguiria chegar a este céu se não me tivesses ajudado a voar.
– Isso é lindo Tomi! Posso pedir-te uma coisa?
– Claro, todas as que quiseres!
– Podes gravá-la para mim? Para a ouvir mesmo quando não te tiver ao pé… – Kate sorriu ternamente.
– Claro! Trato disso amanhã no estúdio, – Tom sorriu também.

Adormeceram passado pouco tempo depois, com um sorriso nos lábios.

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Momo.O
Administração
Administração
avatar

Mensagens : 1149
Points : 14725
Data de inscrição : 11/07/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Sab Set 04, 2010 5:56 am

Não tenho palavras para descrever este capítulo.......
Foi perfeito! O melhor de todos até agora, sem dúvida.

Spoiler:
 

*-* foi lindo, a sério. Esta fala dele está demais! Foi tudo tão sentido.
Adorei!
Continua.
beijos^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Dom Set 05, 2010 2:47 pm

Obrigada! *-*
Que querida ^^
Este é o penúltimo...

34º Capítulo

Dois anos depois…

Kate e Emma terminaram o curso de dança. Foram numa nova tour europeia com os TH, este concerto seria na capital do seu país natal.

– Tom, precisamos de falar… – Kate dirigiu-se ao namorado.
– Nós estamos quase a entrar, amor, não pode ficar para depois…?
– Pode, claro, – tentou sorrir.
– Não, diz. Já percebi que é importante, – disse Tom.

Fez-se silêncio durante breves segundos.

– Estou grávida…

Tom ficou boquiaberto. Ela não disse nada, fixando o chão. Depois, ele abraçou-a e ambos derramaram algumas lágrimas. Foram interrompidos por um dos seguranças da banda.

– Eles estão a perguntar por ti na sala, Tom…
– Diz-lhes que já vou, – virou-se novamente para Kate. – Amo… vos!
– Nós também te amamos, – Kate fez um sorriso terno. – Vai lá.

Tom foi para a sala onde estavam os restantes membros da banda, e de onde saía Emma.

– Pessoal, quero pedir-vos uma coisa… – Tom começou a falar para o resto da banda.

Foi a última coisa que Emma ouviu antes de fecharem a porta atrás de si. Foi ter com a amiga.
Passada meia hora, os quatro saíram da sala e disseram algo a um dos colaboradores. Tom e Bill beijaram as respectivas namoradas, que lhes desejaram boa sorte, e juntamente com Gustav e Georg foram dar início a mais um concerto daquela tour.
Um concerto que se tornou diferente de qualquer outro que alguma vez fizeram, e que alguma vez fariam. Quando fizeram a normal pausa antes da In Die Nacht, Tom foi ter com Kate.

– Fica atenta, tenho uma surpresa para ti, – beijou-a e regressou ao palco.
– Bill, vai! O Tom já subiu! – Emma tentava empurrá-lo para o palco.
– Calma, ainda não é a minha vez de entrar, – o moreno riu.
– Como não??
– Espera, já vais ver, – Bill sorriu.

Tom subiu ao palco levando a sua guitarra acústica. As fãs deliraram, mas estranharam a falta do mais novo naquele espaço.

– Não se alarmem, está tudo bem, – Tom garantiu-lhes. – Eu… a próxima música foi escrita por mim, – as fãs gritaram ainda mais, de forma mais elevada e mais aguda. Nunca antes se ouvira falar que ele havia escrito uma música, quanto mais que seria ele a cantá-la! – Escrita por mim para uma das pessoas mais importantes da minha vida, e não falo do Bill. Apenas cinco pessoas sabem da existência desta música. Isto foi decidido há pouco quando tive uma das melhores notícias da minha vida…

No backstage…

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TokioFan
On the Edge
On the Edge
avatar

Mensagens : 583
Points : 14065
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 22
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Seg Set 06, 2010 7:40 am

Esta muito giro!
Mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Momo.O
Administração
Administração
avatar

Mensagens : 1149
Points : 14725
Data de inscrição : 11/07/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Seg Set 06, 2010 7:43 am

Oh meu Deus, este Tom é um amor *-*
Já vai acabar? =( que pena....
Adorei!
Quero o último
beijos^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Seg Set 06, 2010 12:14 pm

Obrigada às duas por terem sido sempre tão assíduas *-* não desfazendo quem foi comentando pelo meio ^^

35º Capítulo

– Mas o que é que ele está a fazer? Alguém me explica?? – Emma estava completamente à nora.
– Sim Bill, bitte! Ele vai… cantá-la? – Kate sentiu uma pontinha de ciúme por pensar isto. Ele apenas tinha cantado a música para si e para o irmão, e agora iria fazê-lo para milhares de raparigas.
– Já vão ver meninas, – respondeu Bill, com um sorriso.

De regresso ao palco…

– A pessoa de quem falo ensinou-me a amar, a ser feliz. Mostrou-me que sou capaz de o fazer e que sou capaz de ser amado. Deu-me asas e ajudou-me a voar. Sei que isto pode desiludir algumas de vocês, mas espero ter o vosso apoio nesta relação. Bem, apresento-vos a Hilf Mir Fliegen!

Durante a música…

– Gott… Kate, é linda! – exclamou Emma, deliciada com a música.
– Ya…
– Mas… eu não conhecia… Se eles os três e tu conheciam, quem é a quinta pessoa?
– Já te conto quando acabar o concerto. Agora deixa-me aproveitar! – Kate riu.

A música acabou. Bill entrou. Finalizada a In Die Nacht, os outros dois membros da banda subiram igualmente a palco. Meia hora passou até ao fim da An Deiner Seite, depois da qual os rapazes voltaram para perto de Kate e Emma.

– Foi lindo amor! – Kate e Tom abraçaram-se longamente, beijando-se em seguida. Ela estava visivelmente emocionada.
– Ainda pensei que não fosses gostar… por ser a nossa música…
– Quando percebi que a ias cantar, senti isso… mas depois foi como se fosse mais uma vez que tocavas só para mim, - sorriu. – Ah, temos uma coisa para lhes contar…
– Uma coisa?? Um ser! – Tom sorriu também.

Emma e Bill, que haviam estado a namorar noutra sala, aproximam-se deles, acompanhados por Georg e Gustav.

– Nós temos um assunto muito importante para vos contar.
– Digam lá! É porque nenhum de nós percebeu aquilo da notícia…
– A Kate está grávida, vamos ter um filho, - Tom sorriu, emocionado.

Uns segundos de choque, bocas e olhos abertos, sem qualquer palavra pronunciada. Bill foi o primeiro a abraçar o casal, seguido pelos restantes.
De regresso à tourbus, brindaram com sumo, por causa de Kate, ao novo membro da família. Que viriam a ser membros: as gémeas Mia e Sarah.



A banda continuou com o seu sucesso a nível mundial. Tom escreveu outra música, dedicada às mulheres da sua vida. Bill e Emma tiveram também um filho, e fizeram uma pequena cerimónia de compromisso na praia, para oficializarem o amor que os une.

Aquele tempo pode ter sido muito turbulento, mas o Amor e a Amizade fizeram-nos ultrapassar tudo, e ser felizes.


FIM

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TokioFan
On the Edge
On the Edge
avatar

Mensagens : 583
Points : 14065
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 22
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Seg Set 06, 2010 2:03 pm

Pena já ter acabado Sad
Gostei muito Very Happy Está muito giro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Momo.O
Administração
Administração
avatar

Mensagens : 1149
Points : 14725
Data de inscrição : 11/07/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Seg Set 06, 2010 2:19 pm

Lindo *-*
Foi tudo tão romântico ^^
Esta fic foi muito fofinha.
Parabéns Kelly.
beijos^^

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kelly
Moderador
Moderador
avatar

Mensagens : 841
Points : 14295
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 27
Localização : Setúbal

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Ter Set 07, 2010 5:41 am

Obrigada meninas x")

_________________




Love is a game...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natalina
Humanoid
Humanoid
avatar

Mensagens : 28
Points : 12175
Data de inscrição : 26/03/2011
Idade : 22
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   Qua Mar 30, 2011 9:50 am

Adorei Kelly, cria mais fics/ one shoots, etc...vou adorar lê-las.Wink
bjs XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hilf Mir Fliegen   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hilf Mir Fliegen
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Zoom Into Tokio Hotel :: Imagination Area :: Fanfics :: Song-Fics-
Ir para: